Venha conhecer as belezas naturais de Bodoquena MS
02 de Marco de 2015, Segunda-Feira
14:58:32
06/03/2013 às 10:28h - Fonte: Correio do Estado

'Maníaco da Cruz' está solto por sucessão de erros do poder público

Uma sucessão de falhas da administração pública e de entidades que fiscalizam a lei e promovem os direitos humanos permitiu que um psicopata ficasse solto nas ruas em Mato Grosso do Sul. Eduardo Miranda
Foto: Arquivo / Correio do estado Foto: Arquivo / Correio do estado
Uma sucessão de falhas da administração pública e de entidades que fiscalizam a lei e promovem os direitos humanos permitiu que um psicopata ficasse solto nas ruas em Mato Grosso do Sul. Há um ano, uma decisão da 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, determinou que o Estado internasse, Dhionathan Celestrino, 21 anos - autor de três assassinatos em série - em hospital psiquiátrico. Um ano depois, no último domingo, o rapaz fugiu de uma unidade de internação para adolescentes infratores mantida pelo Governo do Estado, onde estava internado ilegalmente, sem qualquer cobrança formal por parte do Ministério Público, o fiscal da Lei, ou de entidades que defendem os direitos individuais e coletivos, como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Desde domingo as forças policiais do Estado procuram Dhionathan, que entre julho e agosto de 2008, em Rio Brilhante, matou um homem e duas mulheres, abandonando seus cadáveres em cemitérios e em terrenos baldios, sempre como se elas tivessem sido crucificadas (com os pés cruzados e com os braços abertos). O rapaz ficou conhecido como Maníaco da Cruz.

Apesar da impossibilidade de prender Dhionathan (ele já pagou por estes três assassinatos que cometeu quando adolescente, e por isso não pesa contra ele nenhuma sanção penal), se ele for encontrado por qualquer autoridade, deverá ser levado a um hospital psiquiátrico, em cumprimento à ordem de internação dada pelo Tribunal de Justiça.

06/03/2013 às 10:28h
Fonte: Correio do Estado
Eduardo Miranda
Imprimir Favoritos
Veja Também »
Policia Militar de Bodoquena apreende mulher que espancou a filha de 09 anos No local a guarnição PM indagou uma jovem de 25 anos sobre a denúncia no 190. Ela disse que havia "surrado" a filha de 09 anos por desobediência. PMA apreende moto e espingarda de caça em Bodoquena Polícia PMA apreende moto e espingarda de caça em Bodoquena Índios morrem assassinados durante emboscada em Porto Murtinho Ademir Matchua, 42, e Horácio Ferraz de 26 anos, índios da etnia kadiwéu foram assassinados na aldeia Alves de Barros em Porto Murtinho.